As duas faces da moeda: as contribuições de JK e Gilberto Freyre ao colonialismo português

Código : 317

De R$ 23,76 Por R$ 11,88 Adicionar ao Carrinho

Autor : Waldir José Rampinelli

Editora : Edufsc

Coleção : Rien

Este livro trata das relações entre os governos de Juscelino Kubitschek e Oliveira Salazar. A sagacidade e a cooptação da longeva ditadura portuguesa levaram um presidente democrata brasileiro a apoiar a tese de que Portugal começava no Minho e terminava no Timor. Razões diversas, expostas neste trabalho, explicam as intervenções da diplomacia brasileira na defesa da manutenção do status quo colonial lusitano. Por sua vez, o sociólogo Gilberto Freyre, com a teoria "luso-tropicalista", também colaborou para o estreitamento das relações entre os dois países, dando um caráter civilizatório às conquistas ultramarinas de Lisboa. Suas teses caíram como uma luva para a ditadura salazarista, sendo largamente utilizadas na formação da elite administrativa das colônias. Escrita em linguagem envolvente, esta obra de Waldir José Rampinelli expõe a história oficial contemporânea à luz de novas verdades.

ISBN:

8532803032

Ano de Publicação:

2004

Edição:

1

Formato:

0cm.

Nº Páginas:

158p.

Peso:

215g.